No “Conversa com Bial”, médium João de Deus é acusado de abuso sexual

João de Deus
No “Conversa com Bial”, mulheres relataram que sofreram abuso sexual de João de Deus (Reprodução / Globo)

O programa “Conversa do Bial”, exibido nesta sexta-feira (8), trouxe à tona uma polêmica que promete abalar o mundo do medianismo.

O apresentador Pedro Bial, em uma edição atípica de seu talk show, exibiu depoimentos de mulheres que acusam o famoso médium João de Deus de abuso sexual.

Sem filtros, as entrevistadas relataram que o espiritualista, durante consultas realizadas na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, Goiás, as obrigavam a tocar em suas partes íntimas.

Mais do que isso, João Teixeira de Faria, nome verdadeiro de João de Deus, em algumas ocasiões, teria coagido suas pacientes, inclusive, a fazerem sexo oral e anal com ele.

“Ele dizia: ‘Se você não fizer o que eu estou falando, a sua doença vai voltar’”, contou uma das mulheres supostamente abusadas.

A fim de se precaver de críticas, Bial, antes de exibir os depoimentos, avisou aos telespectadores que a temática do programa não tinha como meta colocar em questão a veracidade do trabalho de João de Deus.

“Não se trata de questionar os métodos de cura de João de Deus, muito menos a fé de milhares de pessoas que o procuram. Estamos apenas dando voz a mulheres que se sentiram abusadas sexualmente pelo médium”, explicou o comunicador.

Procurada pela Globo, a assessoria do médium disse que ele “rechaça veementemente qualquer prática imprópria em seus atendimentos”.

O post No “Conversa com Bial”, médium João de Deus é acusado de abuso sexual apareceu primeiro em RD1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Advertisment ad adsense adlogger