BBB 2019: Divisão de estalecas promete confusão entre participantes

Tiago Leifert
Tiago Leifert comanda o “BBB 2019”, a partir desta terça-feira (15) (Imagem: Paulo Belote / Globo)

Em meio às reformas na economia do país, orquestradas pelo “super ministro” de Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, a circulação da estaleca, moeda corrente na casa mais vigiada do Brasil, também sofrerá mudanças. No “BBB 2019”, a divisão do “dinheiro” promete deixar brothers e sisters em polvorosa.

Os participantes receberão uma “semanada”, passando a fazer compras individualmente; nas últimas temporadas, dois membros do grupo “Tá com tudo”, vencedor na “Prova da comida”, respondiam pelo “supermercado”. Os itens adquiridos poderão ser armazenados para consumo próprio ou disponibilizados para a casa.


Acompanhe tudo que acontece no BBB 2019 clicando aqui

O controle de gastos, individual e coletivo, será feito através de um painel instalado na cozinha. Os valores serão reduzidos a cada punição; perder estalecas poderá levar todos os participantes, incluindo o líder, ao “Tá com nada” – restringindo a dieta a arroz, feijão, uma proteína e uma sobremesa, como em edições anteriores.

O “BBB19”, com estreia agendada para esta terça-feira, dia 15, contará com 17 participantes; o 18º, Fábio Alano, foi desclassificado no último sábado (12) por fatos “inadequados ao perfil dos competidores conforme o regulamento do programa”, segundo a Globo.

BBB 2019: Motivo da expulsão de Fábio Alano é revelado

A felicidade do “brother” Fábio Alano durou pouco. Depois de ser anunciado como um dos participantes do “BBB 19”, uma reviravolta causou a expulsão do lutador de MMA, antes mesmo de entrar na casa mais vigiado do país. A produção do reality show reavaliou o perfil de Fábio e explicou que “fatos relacionados ao participante foram avaliados como inadequados ao perfil dos competidores do BBB conforme o regulamento do programa”.

Mas que comportamentos seriam esses? De acordo com a reportagem do site Notícias da TV, Fábio não avisou que era patrocinado por uma marca de roupas de ginástica – situação proibida pela emissora. Assim, o contrato foi rescindido. Segundo ex-participantes, há uma clausula no contrato que proíbe a veiculação da imagem dos participantes com alguma marca durante o período de confinamento.

O post BBB 2019: Divisão de estalecas promete confusão entre participantes apareceu primeiro em RD1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Advertisment ad adsense adlogger