Homem que matou filha e enteada é preso no litoral paulista

Anúncios
Priscila e Edmilly foram mortas

Priscila e Edmilly foram mortas
Reprodução

Um homem que havia matado sua filha, Priscila Beatriz Tavares, de 3 anos, e Edmilly Geovana Tavares, sua enteada, de 8 anos, na tarde desta quarta-feira (15), em Guarulhos, foi preso no início da noite, em Santos, litoral de São Paulo.

Segundo a Polícia, o assassinato foi motivado por vingança, pois, no último domingo (12), a mulher do homem confessou uma traição. A suspeita, segundo os investigadores, é que as crianças tenham sido mortas por asfixia, esganatura ou envenenamento.

Após descobrir a traição, o homem teria ainda enviado um áudio para o suposto amante da esposa, dizendo que iria matar a família dele. Na mensagem, ele também diz que, mesmo se for preso, irá prosseguir com a vingança, ainda que demore anos.

Junto com os corpos das crianças, o homem chegou a deixar uma camiseta com uma foto dele e da esposa no meio de corações, e um bilhete para o suposto amande, onde dizia que iria matar seus filhos, por ter acabado com a sua família.

Após o crime, ele teria saído de casa tranquilamente e conseguido fugir. Entretanto, no início da noite de hoje (15), ele foi preso em Santos, no litoral de São Paulo, pela Polícia Civil, que reforçou a segurança em torno da família do suposto amante.

O homem foi levaod para para a Delegacia De Homicídios de Guarulhos, onde o caso foi registrado.