UNE convoca novo ato nacional em defesa da educação para o dia 30

Anúncios
Protesto reuniu manifestantes em todas as capitais brasileiras

Protesto reuniu manifestantes em todas as capitais brasileiras
LEONARDO MILANO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A União Nacional dos Estudantes (UNE) convocou para o dia 30 uma continuação da paralisação nacional em defesa da educação, deflagrada nesta quarta-feira (15). A estimativa é de que mais de 1,5 milhão de estudantes tenham ido às ruas em todo o País.

Leia mais: Atos reúnem manifestantes em mais de 200 cidades contra cortes

Já a Central Única dos Trabalhadores (CUT) estima que o número de pessoas nas paralisações passou de 2 milhões e que até o final da noite chegue a 5 milhões. Para a organização sindical, o movimento foi um “esquenta” para a greve geral prevista para o dia 14 de junho.

Os protestos foram realizados em todos os Estados brasileiros e no Distrito Federal ao longo do dia. A UNE afirma que Rio de Janeiro e São Paulo reuniram o maior número de pessoas, cerca de 200 mil e 500 mil, respectivamente.

Segundo a entidade estudantil, todas as universidades e institutos federais paralisaram. De acordo com o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeosp), 90% das escolas federais também aderiram à paralisação no Estado.