Caso Neymar: após polícia se voltar contra Nájila, delegado reúne desafetos da modelo

Nájila passa a ser investigada pela polícia por um novo ‘suposto’ crime. É que ela não agradou aos policiais que estão envolvidos no caso Neymar, por conta de uma declaração dada pela modelo em uma entrevista ao SBT, programa Conexão Repórter de Roberto Cabrini.

Na oportunidade, a jovem modelo que acusou Neymar de estupro, disse que a polícia estava vendida e, por conta disto, gerou a fúria de alguns policiais. Entretanto, liderados pelo delegado titular da Equipe de Intervenção Estratégica da 6ª Delegacia Seccional de Polícia de Santo Amaro, Fernando Bessa, um BO foi aberto contra a modelo.

Mas não para por aí. Além B.O. assinado pelo delegado, acusando a modelo de difamação, o mesmo delegado enviou um ofício ao IIRGD (Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt). O objetivo é reunir outros policiais que se sentiram ofendidos com a declaração e aumentarem o coro contra Nájila.

De acordo com o boletim de ocorrência, um ofício deverá encaminhado ao IIRGD para solicitar o comparecimento dos policiais responsáveis pela coleta da prova material no apartamento da modelo “para que estes prestem declarações acerca do ocorrido e, caso sintam-se atingidos em sua honra, apresentem eventuais representações na forma preconizada pela lei (Artigos 141, inciso II e 145 parágrafo único, ambos do Código Penal)”.

Polícia Civil de SP se volta contra Nájila e faz denúncia contra a modelo

A situação de Najila Trindade já não era das melhores em relação ao caso onde ela acusa o jogador Neymar Jr de estupro. Tudo porque a transição de três advogados que desistiram do caso já despertou uma dúvida na opinião pública.

Seu último advogado deixou o caso, pois ela o acusou de furtar o tablet que teria o vídeo de sete minutos. Além disto, ele também não teve acesso à íntegra do vídeo, que aliás, nem mesmo a polícia conhece todo o conteúdo. Esta seria a principal prova que a modelo teria, mas até então, nada surgiu.

Agora é a Polícia Civil de São Paulo que se voltou contra a modelo. Nájila, de 26 anos, foi denunciada pelo crime de difamação e tem contra si agora, um BO, da própria polícia.

Polícia Civil de São Paulo abre BO contra Nájila

Segundo a polícia, a mulher que acusa Neymar de estupro pode ter atingido a honra da instituição e de seus policiais ao declarar, em uma entrevista exibida pelo SBT, que a polícia está “comprada”.

Najila trindade (Reprodução SBT)
Najila trindade (Reprodução SBT)

A modelo fez a declaração em uma reportagem sobre o destino do tablet onde estariam fotos que mostrariam a agressão de Neymar. Segundo Najila, o mesmo teria sido roubado. A polícia esteve no local e viu fracos indícios de arrombamento (o vídeo do ex que foi até o local pode ser visto a seguir).

A polícia também não constatou digitais de outras pessoas, a não ser do ex da modelo e dela própria, o que descartaria a possibilidade de um furto. Por conta disto, ela deu a seguinte declaração à TV: “É, mas a polícia está comprada, né? Ou não? Ou estou louca?”, disse.

“Analisando o teor das declarações (…) verifico ter sido maculada não só a honra da Polícia Civil do estado de São Paulo como instituição (…), mas, sobretudo, a honra objetiva dos servidores responsáveis pela coleta do material papidatiloscópico”, escreveu o delegado Fernando Bessa, titular da Equipe de Intervenção Estratégica da 6ª Delegacia Seccional, responsável pela investigação.

Porteiro de Najila também fez denúncia de ameaça contra a modelo e vaza vídeo do apartamento da modelo revirado

O porteiro de Nájila Trindade, mulher que acusou Neymar de estupro, deveria comparecer à delegacia que investiga o caso (6ª DDM), para dar seu depoimento como testemunha. Entretanto, o homem surpreendeu pois compareceu também ao local, para abrir um Boletim de Ocorrência contra a modelo. Ele a acusa de ameaça.

O depoimento acontece na tarde desta segunda-feira (10), e os detalhes do BO ainda não foram disponibilizados pela polícia, mas sabe-se já que a modelo teria o ameaçado, justamente por ter franqueado acesso de ‘estranhos’ ao apartamento dela. Na verdade, quem teve acesso ao local foi Estivens Alves, ex-marido de Nájila. Em breve, mais informações sobre o BO. Fique atento no MRNews.

O ex-marido de Najila acabou se envolvendo no caso também, quando entrou no apartamento da modelo, para pegar roupas do filho do casal. Ele filmou o local, antes mesmo de entrar, e viu um apartamento completamente revirado. O vídeo foi disponibilizado na programação da RECORDTV, como pode ser visto a seguir.

 

O post Caso Neymar: após polícia se voltar contra Nájila, delegado reúne desafetos da modelo apareceu primeiro em MRNews.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: