Familiares identificam corpo de irlandesa desaparecida na Malásia

Corpo foi encontrado em um córrego da cidade
FAZRY ISMAIL/EPA/EFE – 13.8.2019

Os parentes de Nora Quoirin, uma menor franco-irlandesa com incapacidade que desapareceu há mais de uma semana na Malásia, identificaram nesta terça-feira (13) o corpo da menina, que foi encontrado a dois quilômetros do hotel onde a família estava hospedada, informaram fontes policiais.

A polícia malaia indicou que a família reconheceu o corpo da jovem, que desapareceu em 4 de agosto do hotel The Dusun, situado ao lado de uma reserva natural no estado de Negeri Sembilan, de acordo com informações da agência local Bernama.

O corpo foi localizado em um córrego da cidade. Agora, as autoridades realizarão uma autópsia para saber a causa da morte.

Nos últimos dez dias, mais de 350 policiais, bombeiros e voluntários participaram das tarefas de busca em um caso que gerou muito interesse do público e dos veículos de imprensa.

Nora chegou à Malásia em 3 de agosto com sua família para passar duas semanas de férias, mas na manhã seguinte não foi encontrada em seu quarto, que estava com a janela aberta, o que causou estranhamento já que a menina sofria de uma incapacidade de desenvolvimento e aprendizagem e tinha difucultades físicas que a impediam de se movimentar com facilidade.

Seus parentes pensaram em um primeiro momento se tratar de um sequestro.

A família, que contou com a ajuda da ONG The Lucie Blackman, especializada em casos de desaparecidos, chegou a oferecer 50 mil ringgit (quase US$ 12 mil), doados por um empresário anônimo de Belfast, como recompensa a quem oferecesse informação que ajudasse a localizar a menina.