Guaraná em Pó Faz Mal à Saúde?

Guaraná em pó

O guaraná em pó ou pó de
guaraná é um produto obtido a partir das sementes de guaraná e pode ser
encontrado na forma em pó, em cápsulas ou dentro da composição de suplementos
termogênicos e medicamentos fitoterápicos.

Rico em cafeína, o
produto é conhecido por melhorar o estado de alerta e atenção, aumentar a
concentração e a disposição e melhorar o humor.

Mas é verdade que o guaraná em pó faz mal à saúde?

Uma mostra de que o
guaraná em pó faz mal à saúde – pelo menos de algumas pessoas – é o fato do
produto ser contraindicado para alguns grupos de indivíduos.

De acordo com o que encontramos, o pó de guaraná não é recomendado para crianças, mulheres que estejam grávidas e idosos. Alguns alertas ressaltam que a ingestão de mais de 200 mg de guaraná já foi associada a um risco aumentado de aborto e de outros efeitos negativos.

O produto também não pode
ser utilizado por pessoas que sofrem com epilepsia, doença de Alzheimer, doença
de Parkinson ou indivíduos que já são muito nervosos.

A cafeína presente no guaraná em pó pode aumentar o risco de convulsões e diminuir os efeitos dos medicamentos utilizados para controlar as convulsões. Especialistas recomendam que as pessoas que sofrem com convulsões consultem o médico antes de fazer uso do guaraná.

Outro alerta repassado é que as mulheres que se encontrem no período de aleitamento dos seus bebês e as mulheres na pós-menopausa que sofram com um problema genético que afeta a maneira pela qual a vitamina D é utilizada no organismo devem usar o guaraná em pó cautelosamente.

Problemas nos ossos

Além disso, o guaraná em pó deve ser consumido com cautela por pessoas que têm risco de desenvolvimento de osteoporose e osteopenia, que são problemas associados aos ossos, já que, em quantidades elevadas, o produto pode aumentar a calciúria, que é a excreção urinária de cálcio, nutriente importante para os ossos.

Problemas de ansiedade

Quem tem problemas com ansiedade deve tomar cuidado com o produto porque ele pode piorar as sensações de ansiedade.

Distúrbios hemorrágicos

Existem algumas evidências
que apontam que a cafeína encontrada na composição do guaraná pode piorar os
distúrbios hemorrágicos. Por outro lado, isso não foi relatado por pessoas,
foram estudos feitos em laboratório.

De qualquer maneira, para quem sofre com os distúrbios hemorrágicos, recomenda-se consultar o médico antes de começar a fazer uso do guaraná.

Diabetes

Também existem pesquisas que sugerem que o guaraná em pó faz mal à saúde de diabéticos, já que a cafeína presente no guaraná em pó pode afetar a maneira pela qual eles processam o açúcar (glicose), podendo complicar o controle dos níveis de açúcar no sangue, algo que já é delicado quando se tem a doença.

Há ainda estudos que apontam que a cafeína pode reforçar os sintomas perigosos do baixo nível de açúcar no sangue (hipoglicemia) em pacientes com diabetes do tipo 1. Acredita-se ainda que a cafeína possa aumentar o número de episódios de hipoglicemia.

Portanto, para que sofre
com a diabetes, o ideal é consultar o médico antes de começar a fazer uso dos
produtos com guaraná.

Diarreia

A cafeína encontrada na
composição do guaraná em pó também pode piorar um quadro de diarreia,
principalmente quando consumidas em doses elevadas.

Glaucoma

Ainda de acordo com
informações encontradas, a cafeína presente no guaraná em pó também aumenta a
pressão dentro dos olhos (fator associado ao desenvolvimento do glaucoma).

Esse aumento começa dentro de 30 minutos e dura pelo menos 90 minutos depois da ingestão de bebidas com cafeína.

Incontinência (problemas para controlar a bexiga)

Encontramos também alertas sobre a cafeína encontrada no guaraná em pó poder diminuir o controle da bexiga, especialmente em mulheres mais velhas. Para quem precisa urinar frequentemente com muita urgência, aconselha-se utilizar o guaraná com cautela.

Esquizofrenia

Quem sofre com a
esquizofrenia também precisa utilizar o guaraná em pó cautelosamente porque a
cafeína encontrada em sua composição pode piorar os sintomas da condição.

A quantidade máxima recomendada de ingestão do pó de guaraná

Apesar de não existir um consenso em relação a uma quantia diária recomendada de consumo do guaraná em pó, a dosagem diária segura estabelecida do consumo do pó de guaraná para adultos saudáveis fica entre 0,5 g a 2 g, que correspondem a uma a quatro colheres de café, que devem ser distribuídas ao longo do dia.

Destacamos, também, que o
guaraná em pó não deve ser ingerido no período noturno – somente durante o dia
– tendo em vista que o seu consumo à noite pode provocar a insônia.

A cafeína encontrada na composição do pó de guaraná pode contribuir com o desenvolvimento de distúrbios do sono.

O que acontece se eu exagerar no consumo do guaraná em pó?

O guaraná em pó faz mal à saúde quando ingerido de maneira exagerada, já que pode provocar reações adversas ao ser utilizado dessa maneira.

Os efeitos colaterais
associados à ingestão excessiva do pó de guaraná estão relacionados à presença
de cafeína na composição do produto e podem incluir: ansiedade, irritabilidade,
inquietação, alterações de humor, tremores, tensão muscular, palpitações
cardíacas, aumento dos batimentos cardíacos, nervosismo, irritação estomacal,
náusea, vômito, aumento da pressão arterial, respiração rápida, delírio e
diurese (aumento da produção de urina).

Essas reações decorrentes da quantidade elevada de cafeína encontrado no guaraná em pó recebem o nome de cafeinismo e exigem a interrupção da ingestão do produto e de outros itens ricos em cafeína como café, chás, chocolate e refrigerantes à base de cola.

A ingestão crônica de
cafeína, principalmente se ele acontecer em quantidades expressivas, pode
produzir a dependência psicológica em algumas pessoas, fazendo com que a
interrupção abrupta da substância provoque sintomas físicos como ansiedade,
vertigens e nervosismo.

O pó de guaraná também é
composto por taninos, que trazem o risco de diminuírem a absorção de alguns
nutrientes. Além disso, doses elevadas de guaraná podem provocar dor de cabeça,
agitação, zumbido nos ouvidos, dor ao urinar, cólicas estomacais e batimentos
cardíacos irregulares.

Ao experimentar qualquer
um dos sintomas mencionados acima, vale a pena procurar a ajuda médica para
investigar o problema e receber o tratamento apropriado.

Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que guaraná em pó faz mal à saúde? Tem costume de consumi-lo no seu dia a dia? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.