Finlandês domina corrida, Max faz prova conservadora e vê Hamilton, após flertar com o pódio, ser apenas o quinto; holandês fica seis pontos à frente do rival da Mercedes

O finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, fez uma prova praticamente perfeita para vencer o GP da Turquia, primeiro triunfo dele em 2021 e o décimo da carreira. O holandês Max Verstappen, da RBR, chegou em segundo, mas o resultado teve um gostinho de vitória, já que o piloto assumiu a liderança do campeonato. Seu companheiro de equipe, Sergio Perez, fechou o pódio, enquanto o heptacampeão Lewis Hamilton foi quinto colocado.

Com o resultado, Verstappen chegou a 262,5 pontos, apenas um na frente de Hamilton, que está com 256,5, faltando seis corridas para o fim do Campeonato. Bottas é o terceiro com 177.


Bottas, GP da Turquia — Foto: REUTERS/Murad Sezer

A 17ª etapa da temporada 2021 da Fórmula 1 será o GP dos Estados Unidos, no Circuito das Américas, em 24 de outubro.

A chuva que caiu em Istambul, na Turquia, atrapalhou os planos de Hamilton que, largando em 11º, tinha a expectativa de ter mais facilidade nas ultrapassagens caso a pista estivesse seca. O britânico, que fez o melhor tempo nos treinos mas perdeu dez posições como punição, sofreu nas primeiras voltas com Yuki Tsunoda, depois conseguiu boas ultrapassagens e chegou à quinta posição. Ele tentou ousar uma estratégia diferente nas últimas voltas ao tentar se manter na pista sem parar até o fim da corrida, mas a Mercedes o chamou para o pit numa chamada que se mostrou equivocada e deixou o britânico irritado com o time.

Bottas e Verstappen no GP da Turquia — Foto: Dan Mullan /Getty Images

Por outro lado, Bottas fez uma corrida tranquila na frente e quase não foi ameaçado e ainda anotou a melhor volta, ganhando um ponto extra. Já Verstappen foi conservador, se manteve em segundo lugar o tempo inteiro, não ameaçou a liderança do finlandês, mas também não sofreu pressão de nenhum rival.

Resultado da prova

Os três primeiros

BOTTAS: “Já faz um tempo (desde a última vitória). Isso é bom. Do meu lado, essa é uma das melhores corridas que já fiz. Não é fácil escolher a estratégia aqui nestas condições. É uma vitória merecida ”

VERSTAPPEN: “”Não foi fácil hoje! Estou feliz por terminar em segundo, nestas condições teria sido fácil errar”

PEREZ: “Foi apenas uma daquelas corridas de paciência. Não sabíamos realmente o que estava acontecendo com os pneus hoje. Foi muito difícil de administrar ”

A largada

Debaixo de chuva, Bottas largou muito bem e se manteve em primeiro lugar, seguido por Verstappen. Fernando Alonso colidiu com Pierre Gasly, rodou e caiu para 17º. Hamilton pulou para décimo com o incidente envolvendo Alonso. No fim da primeira volta, o heptacampeão já era nono após deixar para trás o alemão Sebastian Vettel.

Momentos-chaves

1.Tsunoda, da AlphaTauri, conseguiu segurar Hamilton por oito voltas, mas aí o britânico conseguiu uma linda manobra por fora para assumir a oitava posição.

2. Na volta seguinte, a nona, Hamilton deixou para trás Lance Stroll para assumir a sétima posição.

3. Após dez voltas, Sainz, que largou na última fila, já aparecia em 11º. Naquele momento era o grande protagonista da prova, com belas ultrapassagens.

4. Na volta 11, Hamilton assumiu a sexta posição ao ultrapassar Lando Norris, da McLaren. Ali, o britânico fez a volta mais rápida da prova.

5. Na volta 15, Hamilton assumiu a quinta posição ao ultrapassar na pista Pierre Gasly, que já estava punido por 5s por conta do toque com Alonso na largada.

6. Na volta 18, Sainz deixou para trás Tsunoda e assumiu a nona posição. Algumas voltas antes, tinha passado Vettel, manobra que fez com que os dois desse um leve toque.

7. Yuki Tsunoda rodou sozinho na volta 23 e caiu na décima para a décima terceira posição. A pista estava secando e os pilotos seguiam com o pneu intermediário.

8. Na volta 36, Hamilton tentou ultrapassar Pérez, os dois dividiram cinco curvas seguidas no melhor momento da prova, mas o mexicano conseguiu se manter na frente. A briga valia a quarta posição.

9. Na volta 37, Verstappen foi para os boxes e voltou em terceiro lugar, atrás só de Leclerc e Bottas. Na volta seguinte, o finlandês foi para o box e voltou com quatro segundos de vantagem para Max.

10. Na volta 39, o então líder Leclerc deu uma escapada. Ele ainda não tinha parado, então se manteve na primeira posição e perguntou, via rádio, se poderia seguir na pista sem parar no box. A equipe confirmou que sim.

11. Na volta 47, Bottas assumiu a liderança ao passar Leclerc. O piloto da Ferrari ainda não tinha feito a parada e seguia na pista com o mesmo pneu da largada. No giro seguinte, Leclerc foi para o box e voltou em quarto lugar, atrás de Bottas, Verstappen e Hamilton.

12. Na volta 51, Hamilton, que não tinha parado ainda no box, foi para o pit e voltou em quinto, seis segundos atrás de Perez. Na volta seguinte, porém, o mexicano conseguiu uma linda ultrapassagem em Leclerc e assumiu a terceira posição, deixando o piloto da Ferrari em quarto.

13. Hamilton chegou a se aproximar de Leclerc na briga pela quarta posição, mas não conseguiu ter uma chance de ultrapassagem.

Fonte: GE