Além dos desafios da convivência, a rotina no reality rural da Record TV tem ficado cada vez mais desafiador e as regras do programa tem elevado o clima entre os confinados. Nesta terça-feira (28), Gui Araújo recebeu uma punição na Fazenda e a situação incomodou Dayane Mello, que disse que a reação dos participantes é machista quando uma peoa recebe a advertência.

A Fazenda: punição de Gui rende desconforto em Dayane

Enquanto estava nas dependências da sede, Gui Araújo ficou sem microfone e a produção deu mais uma punição para os moradores da Fazenda. Desta vez, os confinados estão condenados a ficar 24 horas sem café. Depois do sinal sonoro de advertência, os peões reclamaram da situação, mas de um jeito mais leve.

Ao se deparar com a cena, Dayane Mello criticou a reação dos confinados e disse que, se fosse uma mulher a responsável pela punição, o comportamento dos peões seria outro. “Aqui tu vê o machismo. A diferença que homem pode e mulher não pode”, disparou a modelo ao lado de Tati Quebra Barraco e Valentina.

De acordo com Dayane, as reclamações foram menos incisivas dessa vez porque Gui Araújo é amigo de todo mundo e homem.

No entanto, durante a leitura da punição, os moradores da Fazenda ficaram mais incomodados com a restrição do café. Victor Pecoraro, que estava entre os que ‘pegaram leve’ com Gui depois do alerta, ficou revoltado e disse que não aguentaria ficar sem café até o dia seguinte. Mileide Mihaile, que também estava na sala, reclamou da falta de atenção dos peões e lembrou: “amanhã de manhã não tem café”.

Esta não é a primeira punição na Fazenda 13 esta semana. Na última segunda-feira (27), Erasmo Viana foi ao banheiro sem microfone e recebeu uma advertência, que tirou a água quente da sede por 24 horas.

O post A Fazenda 2021: após punição, Gui recebe críticas de Dayane: ‘Machismo’ apareceu primeiro em DCI.