May continuará como deputada no Parlamento após deixar cargo

13 de junho de 2019 Off Por Clayton Lima
Theresa May seguirá no Parlamento britânico
Theresa May seguirá no Parlamento britânico
Will Oliver / EPA / EFE / 12.6.2019

A primeira-ministra interina do Reino Unido, Theresa May, continuará como deputada no parlamento britânico depois que deixar definitivamente a chefia de governo e a liderança do Partido Conservador com a eleição de seu sucessor. no final de julho.

May antecipou nesta quarta-feira (12), na Câmara dos Comuns, sua intenção de continuar como parlamentar pela circunscrição de Maidenhead, no sul da Inglaterra, uma cadeira que ocupa desde 1997.

Leia também: Candidato a premiê britânico é criticado por evitar esclarecimentos

Seu predecessor na chefia de governo, o conservador David Cameron, renunciou ao seu assento na Câmara poucos meses depois de sua renúncia como primeiro-ministro do Reino Unido, enquanto o trabalhista Tony Blair abriu mão da sua no mesmo dia em que deixou o número 10 da Downing Street.

Outros exemplos

No entanto, outros chefes de governo britânicos, como Ted Heath, se mantiveram no parlamento décadas depois de deixar o poder.

Heath passou 26 anos como deputado depois de renunciar como líder conservador em 1975 e manteve uma famosa e tensa relação com sua sucessora Margaret Thatcher.

Cada vez é mais comum que os ex-primeiros-ministros do Reino Unido adotem um papel ativo e público depois da sua renúncia, longe da relativa tranquilidade da Câmara dos Lordes, onde costumavam seguir carreira.

O substituto de Theresa May será eleito dentre os dez candidatos conservadores que apresentaram sua candidatura na segunda-feira passada.

O favorito em todas as pesquisas é o ex-ministro das Relações Exteriores e ex-prefeito de Londres, Boris Johnson, que hoje reiterou seu compromisso para que o Reino Unido abandone a União Europeia (UE) impreterivelmente no dia 31 de outubro.