Justiça decreta prisão preventiva de suspeitos de torturar jovem

Justiça decreta prisão preventiva de suspeitos de torturar jovem

16 de setembro de 2019 0 Por Clayton Lima
No vídeo, por cerca de um minuto, jovem é chicoteado enquanto está nu
No vídeo, por cerca de um minuto, jovem é chicoteado enquanto está nu
Reprodução Record TV

A Justiça do Estado de São Paulo decretou nesta segunda-feira (16) a prisão preventiva dos dois seguranças do supermercado Ricoy, na zona sul de São Paulo, suspeitos de torturar um jovem de 17 anos que teria furtado barras de chocolate no estabelecimento. A informação foi confirmada pela Polícia Civil.

Os dois seguranças já estavam presos provisoriamente há mais de uma semana: um foi detido em 6 de setembro, enquanto o outro, no dia 7.

Veja também: seguranças de mercado com jovem torturado ameaçaram mulher negra

O caso veio à tona após a divulgação de um vídeo no qual os dois seguranças aparecem chicoteando um jovem negro. As imagens, com duração de cerca de um minuto, mostram a tortura ao jovem, nu, em uma sala pequena entre caixas e sacos de verduras do supermercado da rede Ricoy.

A vítima disse que havia furtado um chocolate no estabelecimento, o que teria motivado os seguranças a torturarem o adolescente.