Cebola Tem Carboidrato? Tipos, Variações e Dicas

Cebola Tem Carboidrato? Tipos, Variações e Dicas

7 de outubro de 2019 0 Por Clayton Lima

Cebola

Aqui, você irá conferir se a cebola tem carboidrato em suas diferentes variações, tipos e formas de receitas, além de dicas para consumo principalmente em uma dieta low carb, com restrição de carboidratos.

A cebola pode até não ser consumida como um prato principal nas refeições, mas ela está presente em diversas receitas do nosso dia a dia. Podemos encontrar o alimento em saladas, como acompanhamento de carnes, em pizzas, tortas, temperos, sopas, cremes, molhos e suflês.

Isso sem contar que é possível preparar a cebola refogada, frita, caramelizada, assada ou empanada. Veja aqui algumas receitas de salada com cebola e sopa de cebola light, por exemplo.

Mas e quanto ao valor nutritivo da cebola? De acordo com informações da mestra em nutrição humana, Adda Bjarnadottir, o alimento é rico em antioxidantes, além de servir como fonte de potássio, vitamina B6, vitamina B9 (ácido fólico/folato) e vitamina C, nutrientes importantes para o nosso organismo funcionar apropriadamente.

Mas será que a cebola tem carboidrato?

Saber se a cebola tem carboidrato ou não em sua composição é importante para quem segue uma alimentação com restrição ou diminuição no consumo de carboidratos – a chamada dieta low carb – seja por questões de saúde, seja como uma estratégia para favorecer o emagrecimento.

Segundo a mestra em nutrição humana Adda
Bjarnadottir, a cebola tem carboidrato sim e o nutriente corresponde a 9 a 10%
da composição da cebola crua ou cozida.

Os carboidratos da cebola são, em grande parte, açúcares simples e fibras. “Uma porção de 100 gramas de cebolas contém 9,3 g de carboidratos e 1,7 g de fibras, então o teor total de carboidratos digestíveis é de 7,6 gramas”, afirmou Bjarnadottir.

Conforme explicou a Universidade de Massachusetts, nos Estados Unidos, as fibras não são digeridas pelo nosso corpo. As fibras que consumimos por meio da alimentação passam pelo intestino e absorvem água, então, essas fibras não digeridas criam uma espécie de volume ou massa, de modo que os músculos no intestino possam remover resíduos do organismo.

Além disso, as fibras (um tipo de carboidrato) são um nutriente conhecido por
diminuir a digestão dos carboidratos.

Também precisamos nos atentar ao fato de que os ingredientes utilizados para acompanhar a cebola na preparação de um prato ou de uma receita irão influenciar a quantidade final de carboidratos e fibras.

Para conhecermos a quantidade total de carboidratos e fibras de diferentes tipos, porções e receitas de cebola podem fornecer, preparamos uma lista, a partir de informações encontradas em portais de que disponibilizam dados nutricionais a respeito de uma série de comidas e bebidas. Confira:

1. Cebola (genérico)

  • 1 colher de sopa de cebola cortada: 1,01 g de carboidratos e 0,1 g de fibras;
  • 1 fatia média: 1,42 g de carboidratos e 0,2 g de fibras;
  • 100 g: 10,11 g de carboidratos e 1,4 g de fibras;
  • 1 unidade média: 11,12 g de carboidratos e 1,5 g de fibras;
  • 1 xícara de cebola fatiada: 11,63 g de carboidratos e 1,6 g de fibras;
  • 1 xícara de cebola cortada: 16,18 g de carboidratos e 2,2 g de fibras.

2. Cebolas maduras cozidas (genérico)

  • 1 fatia média: 1,19 g de carboidratos e 0,2 g de fibras;
  • 1 unidade média: 9,53 g de carboidratos e 1,3 g de fibras;
  • 100 g: 9,93 g de carboidratos e 1,4 g de fibras;
  • 1 xícara: 21,35 g de carboidratos e 3 g de fibras.

3. Cebolas maduras salteadas ou cozidas (cozinhado com gordura adicionada; genérico)

  • 1 fatia média: 1,19 g de carboidratos e 0,2 g de fibras;
  • 1 unidade média: 9,53 g de carboidratos e 1,3 g de fibras;
  • 100 g: 9,93 g de carboidratos e 1,4 g de fibras;
  • 1 xícara: 21,35b g de carboidratos e 3 g de fibras.

4. Cebolas caramelizadas da marca Queensberry

  • 1 colher de sopa ou 20 g: 13 g de carboidratos e 0 g de fibras.

5. Anéis de cebola crocantes da marca LAR

  • 30 g: 9,57 g de carboidratos e 0,63 g de fibras;
  • 100 g: 31,9 g de carboidratos e 2,1 g de fibras.

6. Cebolas doces (genérico)

  • 30 g: aproximadamente 2,25 g de carboidratos e 0,27 g de fibras;
  • 100 g: 7,55 g de carboidratos e 0,9 g de fibras.

7. Cebolas vermelhas

  • 1 fatia média: 1,42 g de carboidratos e 0,2 g de fibras;
  • 100 g: 10,11 g de carboidratos e 1,4 g de fibras;
  • 1 unidade média: 11,12 g de carboidratos e 1,5 g de fibras;
  • 1 xícara de cebola fatiada: 11, 63 g de carboidratos e 1,6 g de fibras;
  • 1 xícara de cebola cortada: 16,18 g de carboidratos e 2,2 g de fibras.

8. Anéis de cebola empanados e fritos (genérico)

  • 30 g: aproximadamente 9,6 g de carboidratos e 0,42 g de carboidratos;
  • 1 xícara de anéis de cebola: 15,35 g de carboidratos e 0,7 g de fibras;
  • 1 porção de 10 anéis de cebola médios (de 5 a 7,5 cm de diâmetro): 19,19 g de carboidratos e 0,8 g de fibras;
  • 100 g: 31,98 g de carboidratos e 1,4 g de fibras.

9. Onion rings (anéis de cebola) da marca Burger King

  • 50 g: 36 g de carboidratos e 4 g de fibras;
  • 100 g: 72 g de carboidratos e 8 g de fibras.

Atenção

Não submetemos os diferentes tipos, porções e receitas de cebola a análises para verificar as suas quantidades de carboidratos e fibras. Simplesmente reproduzimos as informações disponibilizadas na internet.

Como cada receita com cebola pode trazer diferentes ingredientes em diferentes quantidades, o teor final de carboidratos e fibras de cada preparação com cebola também pode apresentar diferenças em relação aos valores apresentadas na lista acima – ou seja, eles servem somente como uma estimativa.

Você já sabia que a cebola tem carboidrato? Tem o costume de consumi-la com frequência no dia a dia? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.