Hipertenso Pode Tomar Viagra?

Hipertenso Pode Tomar Viagra?

9 de outubro de 2019 0 Por Clayton Lima

Viagra

No meio de tantos questionamentos e mudanças no estilo de vida, ao ser diagnosticado com pressão alta, uma das dúvidas que pode surgir é se o hipertenso pode tomar Viagra. É o que você vai conferir a seguir.

A hipertensão, também conhecida como pressão alta, é definida pela Associação Americana do Coração como a elevação constante da pressão arterial, que é a força que o sangue faz quando pressiona contra as paredes dos nossos vasos sanguíneos.

Conhecida como uma doença silenciosa, a pressão alta não apresenta sintomas óbvios na maioria das vezes. Quando não tratada, o dano provocado pela condição ao sistema circulatório é um fator que contribui de maneira expressiva para o surgimento de problemas como ataque no coração e acidente vascular cerebral (AVC).

A hipertensão não diagnosticada ou não controlada também pode gerar problemas como insuficiência cardíaca, doença ou insuficiência dos rins, perda de visão, angina (dor no peito) e doença arterial periférica e disfunção sexual. Daí, surge ainda mais o questionamento se hipertenso pode tomar Viagra.

O hipertenso pode tomar Viagra?

Ao ser
diagnosticado com uma doença séria como a pressão alta, o paciente pode ficar
em dúvida a respeito da existência de comidas, bebidas, medicamentos ou
suplementos que ele precise controlar ou até mesmo abandonar o uso por conta do
seu tratamento em prol da condição.

No meio disso tudo, uma das dúvidas que pode aparecer é se o hipertenso pode tomar Viagra (citrato de sildenafila), aquele famoso remédio para homens, utilizado no tratamento da disfunção erétil. Pode ser interessante conhecer também alguns alimentos que prejudicam a libido para ajudar a combater esse problema.

Pois bem, os homens que não têm a pressão arterial sob controle ou utilizam medicamentos alfa-bloqueadores (bloqueadores alfa) não devem utilizar o Viagra.

De
acordo com a bula de Viagra, disponibilizada pela Agência Nacional de
Vigilância Sanitária (ANVISA), o medicamento não pode ser utilizado ao mesmo
tempo em que são feitos tratamentos para a hipertensão arterial pulmonar
(pressão alta nos pulmões) com sildenafila.

Viagra
também não pode ser utilizado ao mesmo tempo em que os remédios com nitratos,
pois pode aumentar o efeito hipotensor (de diminuição da pressão arterial)
desses medicamentos, alertou a bula.

Se você faz uso de qualquer medicamento para o tratamento da hipertensão ou de outra condição associada à pressão alta, consulte o seu médico antes de começar a utilizar o Viagra para verificar se não faz mal tomar os remédios simultaneamente.

Os efeitos do Viagra em relação à pressão arterial

Quando analisamos se o hipertenso pode tomar Viagra ou não, é importante que conhecer quais os possíveis efeitos desse medicamento em casos de pressão alta, não é mesmo?

Então, vamos lá: uma pesquisa, publicada na revista acadêmica BMC Medicine, indicou que o Viagra não possuía efeito algum em relação à pressão arterial de pacientes que sofriam com uma série de condições cardíacas.

Alguns
anos antes, cientistas britânicos chegaram a estudar o citrato de sildenafila –
princípio ativo do Viagra – como uma maneira de tratar a pressão arterial alta
e a angina (dor no peito).

Inclusive, foi durante experimentos ao longo da década de 90 que se percebeu que a substância provocava um aumento nas ereções, de modo que ela se tornou um medicamento para a disfunção erétil.

Mas, como já vimos acima, os pacientes que já foram diagnosticados com a pressão arterial elevada ou utilizam algum medicamento para diminuí-la, apresentando uma pressão fora de controle, necessitam tomar cuidado com o Viagra.

Estes homens que já fazem uso de remédios como os diuréticos, alfa-bloqueadores ou inibidores da enzima de conversão da angiotensina já se encontram em um tratamento para diminuir a sua pressão arterial e misturar o Viagra no organismo poderia fazer com que a pressão caísse para níveis perigosamente baixos.

O paciente deve tomar o Viagra somente quando a pressão estiver sob controle e tratada.

Portanto,
se você já foi diagnosticado com a pressão arterial elevada e acredita que pode
ter algum problema de ereção, não comece a tomar o Viagra por conta própria.
Antes disso, procure o médico para saber se realmente sofre com a disfunção
erétil.

Uma vez que a condição for confirmada, informe o profissional que você tem hipertensão e deixe que ele te recomende um tratamento para a disfunção erétil que não tenha chances de oferecer perigos para o seu tratamento para a pressão arterial elevada.

Mesmo para quem não sofre com a hipertensão, é fundamental conversar com o médico para saber se o Viagra faz mal ou se realmente pode ajudar no seu caso.

Isso tudo até porque é necessário apresentar a receita médica para comprar o Viagra, sem contar que se automedicar com qualquer substância é uma atitude perigosa, que pode trazer sérios danos para a saúde.

Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que hipertenso pode tomar Viagra? Possui a pressão alta e disfunção erétil? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.