• 19 de junho de 2021 1:38 pm

Wesley faz dois, desequilibra o jogo e Palmeiras conquista os primeiros pontos no Brasileirão 2021

ByClayton Lima

jun 6, 2021

Camisa 11 abriu o placar e fez o terceiro gol do Alviverde, garantindo a vitória em jogo que o Palmeiras teve o controle da bola do início ao fim

Wesley foi o homem do jogo em noite inspirada no Allianz Parque (Cesar Greco/Palmeiras)

Em partida válida pela segunda rodada do Brasileirão 2021, o Palmeiras venceu a Chapecoense pelo placar de 3 a 1 no Allianz Parque. Com o resultado, o Verdão chegou aos três pontos e subiu para a sétima posição. Já a Chape se torna a nova lanterna do campeonato, com duas derrotas em dois jogos.

Desde que o juiz apitou para o inicio do jogo, a tônica do jogo seguiu a mesma, com a Chapecoense jogando com as linhas de marcação bem recuadas e deixando o time mandante trocas passes com tranquilidade. Com a superioridade coletiva do Palmeiras, a posse de bola ia aos poucos afunilando a defesa visitante e chegando ao campo de ataque, assim Patrick de Paula se tornou o principal articulador do time na primeira etapa, distribuindo a bola dos dois lados do campo, sem forçar as jogadas e evitando perder a posse.

Apesar da Chape criar a primeira chance de perigo com Fabinho, o Palmeiras era claramente superior e após longa troca de passes, avançando gradualmente rumo ao campo ofensivo, Patrick de Paula colocou Mayke em posição para cruzar, achando Wesley após desvio no zagueiro visitante. Após tomar a frente do placar, o Palmeiras seguiu crescendo no jogo e aos 15 minutos, Luiz Adriano ampliou o marcador em lance que teve longa checagem no VAR por conta de possível impedimento.

Wesley cresce no jogo e desequilibra para o Palmeiras

O jovem ponta da base alviverde tomou conta do jogo a partir do segundo gol e se tornou a principal peça ofensiva do Palmeiras. Já tendo marcado o primeiro gol do jogo, Wesley fazia o que queria no ataque do Verdão, como o lindo toque de calcanhar que deixou Gustavo Scarpa cara a cara com Tiepo, além da linda jogada que fez para o terceiro gol, entortando a defesa da Chapecoense e deixando o zagueiro adversário no chão antes de chutar colocado e praticamente garantir a vitória no final da primeira etapa.

Além da individualidade de Wesley, que estava funcionando muito bem, o coletivo merece destaque no primeiro tempo, pois a maioria das jogadas ensaiadas nas bolas paradas estavam sendo bem executadas e faltava pouco para que a bola entrasse no gol da Chape pela quarta vez. A posse de bola lenta, porém consciente e objetiva também seguia impedindo que os visitantes sequer tivesse a chance de criar alguma jogada ofensiva.

Chapecoense diminui no início da etapa final mas ritmo segue o mesmo

A bola voltou a rolar depois do intervalo e a Chapecoense subiu um pouco a marcação para incomodar a saída de bola palmeirense, porém sem sofrer riscos no campo de defesa. Logo aos oito minutos do segundo tempo, Busanello cobrou falta no canto de Jaílson com muita força e o goleiro do Verdão até chegou a espalmar, entretanto para o fundo do gol. Mesmo com o gol, o Palmeiras seguiu dominante no jogo e ficou rodando a volta na intermediaria ofensiva em busca de algum espaço, mas sem pressa por conta do placar elástico.

Os visitantes só voltaram a oferecer perigo aos 24 minutos, quando em cobrança de falta, a bola foi alçada na área e Jaílson foi obrigado a intervir, de resto, o time mandante seguia com o controle da partida.

Palmeiras administra a posse da bola e entra em ritmo de treino

Com a Chapecoense oferecendo muito pouco ofensivamente, o Palmeiras ficava com a bola com muita facilidade, permitindo que Abel Ferreira pudesse poupar alguns jogadores no decorrer da partida. A defesa estava bem postada e não deixava que as tentativas de ataque dos visitantes chegassem perto da área de Jaílson. A posse de bola palmeirense só aumentou no segundo tempo e chegou a 72% dentro dos 45 minutos finais, mostrando o amplo domínio que os mandantes tiveram.

No próximo jogo, o Palmeiras recebe o CRB pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil 2021 na próxima quarta-feira (09), às 19h. Já a Chapecoense visita o ABC, pela mesma fase da Copa do Brasil, também na quarta-feira, às 16h30.

Ficha técnica
PALMEIRAS 3 x 1 CHAPECOENSE
Local:
 Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data-Hora: 06/06/2021 – 18h15
Árbitro: Leo Simão Holanda – AB/CE
Assistentes: Nailton Junior de Souza Oliveira – AB/CE e Cleberson do Nascimento Leite – AB/CE
VAR: Caio Max Augusto Vieira – AB/RN, Andre Luiz de Freitas Castro – MTR/GO e Italo Medeiros de Azevedo – AB/RN
Público/renda: Portões fechados
Cartões amarelos: Wesley e Raphael Veiga (PAL)
Cartões vermelhos: –
Gols: Wesley (07’/1ºT) (1-0), Luiz Adriano (15’/1ºT) (2-0), Wesley (41’/1ºT) (3-0), Busanello (08’/2ºT) (3-1)

PALMEIRAS: Jailson; Mayke, Luan, Renan e Victor Luís; Patrick de Paula (Zé Rafael, 48’/1ºT), Raphael Veiga e Gustavo Scarpa (Felipe Melo, 28’/2ºT); Wesley (Lucas Esteves, 28’/2ºT), Rony e Luiz Adriano (Willian, 25’/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

CHAPECOENSE: Tiepo; Matheus Ribeiro, Derlan, Laércio e Busanello; Moisés Ribeiro e Lima; Fabinho (Bruno Silva, 36’/2ºT), Mike (Fernandinho, 48’/1ºT) e Ronei (Ravanelli, 00’/2ºT); Anselmo Ramon (Geuvânio, 36’/2ºT). Técnico: Jair Ventura.

Fonte: Lance

 

Deixe uma resposta