• 1 de agosto de 2021 1:26 am

Argentina vence a Colômbia nos pênaltis e pega o Brasil na final da Copa América

(Divulgação/@Argentina)

A Argentina venceu a Colômbia nas penalidades por 3 a 2 – após empate em 1 a 1 no tempo normal, na noite desta terça-feira (7) e vai encontrar o Brasil na final da Copa América 2021.

Lautaro Martínez e Luís Díaz marcaram os gols no tempo normal, enquanto nas penalidades, Emiliano Martínez defendeu três cobranças, na partida realizada no Mané Garrincha, em Brasília, devido a pandemia da Covid-19.

A final da Copa América será disputada neste sábado (10), no Maracanã, no Rio de Janeiro, às 16h. Essa será a quarta final entre Brasil e Argentina na história da competição, com a seleção brasileira tendo vencido duas dessas disputas.

Já a Colômbia vai participar da decisão pelo terceiro lugar contra o Peru, nesta sexta-feira (9), no Mané Garrincha, às 21h.

DUELO EQUILIBRADO É DECIDIDO POR MARTÍNEZ NOS PÊNALTIS

Como tradicional nesta Copa América, a Argentina foi para cima da Colômbia logo nos minutos iniciais. Aos três minutos, Messi recebeu na direita e fintou três marcadores, cruzando na medida para Lautaro Martínez, que cabeceou rente ao poste direito.

A dupla Messi e Lautaro conseguiu abrir o placar aos seis minutos. Lo Celso lançou Messi na área e o atacante ajeitou para Lautaro finalizar no canto esquerdo.

Martínez evitou o empate da Colômbia no minutos seguinte. Luís Díaz fez bela jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Cuadrado finalizar para grande defesa do goleiro.

Nova chance da Colômbia aos 35 minutos. Novamente Luís Díaz faz boa jogada pela esquerda e manda na área, Otamendi afastou parcialmente e Barrios finalizou da entrada da área. A bola ainda desviou em Lo Celso e acertou o poste direito.

Na cobrança de escanteio da direita, Cuadrado cobrou no meio da área e Yerri Mina testou firme no travessão de Martínez.

Ospiña salvou a Colômbia aos 43 minutos. Messi bateu escanteio da direita e Nicolás González testou firme para o goleiro defender a finalização à queima-roupa.

A Colômbia seguiu melhor no início da segunda etapa. Aos dois minutos, Cardona lançou Chará na direita e o meia cruzou na área, Montiel errou o corte e Luís Díaz finalizou para Martínez defender sem rebote.

A pressão da Colômbia resultou em empate aos 15 minutos. Cardona deu belo lançamento para Luís Díaz nas costas de Montiel e o atacante bateu na saída de Martínez para balançar as redes.

A Argentina tentou responder aos 25 minutos. Di María recebeu na direita, limpou a marcação e finalizou firme, mas na direção de Ospiña.

Barrios salvou a Colômbia aos 27 minutos. Daniel Muñoz errou na saída de bola e Di María invadiu a área, fintou Ospiña e serviu Lautaro Martínez, que finalizou rasteiro, mas o volante conseguiu cortar de carrinho.

A Argentina teve um pênalti não marcado aos 32 minutos. Após cobrança de escanteio da direita por Messi, Davinson Sánchez empurrou Otamendi, mas o árbitro Jesús Valenzuela mandou o lance seguir.

Nova chance da Argentina aos 35 minutos. Di María encontrou Messi na área e o atacante limpou a marcação, finalizando no poste direito de Ospiña.

Nas penalidades, Cuadrado bateu firme no canto esquerdo, Messi acertou o ângulo direito, Martínez espalmou a cobrança de Sánchez no canto direito, De Paul isolou a finalização, Martínez pegou a cobrança de Mina no canto direito, Paredes deslocou Ospiña e colocou no canto esquerdo, Borja soltou a bomba no meio do gol, Lautaro acertou o ângulo esquerdo e Martínez pegou o pênalti de Cardona no canto direito.

Fonte: Paraná Portal

 

Deixe uma resposta