Bruno Soares coroa retomada de parceria com título em Melbourne

A parceria entre Bruno Soares e Jamie Murray foi retomada do mesmo jeito que havia sido interrompida há um ano: vitoriosa. Neste domingo (7), o mineiro e o britânico levaram o título do Great Ocean Road Open, torneio de nível ATP 250 realizado em Melbourne (Austrália) e que serviu de preparação para o Australian Open, que começa nesta segunda-feira (8). Na decisão, eles superaram os colombianos Juan Sebastian Cabral e Robert Farah – números um e dois do ranking de duplas da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) – por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (9/7).

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Bruno Soares (@brunosoares82)

Atualmente em sétimo lugar, Soares receberá 250 pontos pela conquista e subirá para quinto no ranking. Embalado pelos mesmos 250 pontos, Murray ganhará um posto e assumirá a 22º colocação. No Australian Open, a dupla buscará repetir o sucesso de 2016, no primeiro ano da parceria, quando foram campeões do primeiro Grand Slam da temporada. Juntos, eles ainda venceram o US Open (também em 2016), além de mais oito torneios. Em 2020, ao lado do croata Mate Pavic, o brasileiro levantou novamente a taça do US Open.

“Começamos bem o déjà vu, espero que continuemos assim. Foi um grande jogo, [uma vitória] no detalhe. Estou feliz de recomeçar a parceria assim. Eu e Jamie já nos conhecíamos, então era só retomar o ritmo de jogo mesmo. É importante ir assim para um Grand Slam, com confiança e ritmo. A gente já provou que pode ganhar torneios grandes e acho que estamos mais maduros, jogando até melhor”, comemorou o tenista mineiro, de 38 anos, que chegou à 34ª conquista da carreira profissional.

Além de Soares, o Brasil terá mais dois jogadores na chave masculina de duplas do Australian Open: Marcelo Melo, também mineiro, que atuará com o romeno Horia Tecau, e o gaúcho Marcelo Demoliner, que tem como parceiro o mexicano Santiago Gonzalez. Nas duplas femininas, o país será representado pela paulista Luisa Stefani, que joga com a norte-americana Hayley Carter. Nas disputas individuais, o Brasil só estará envolvido no torneio masculino, com a presença do cearense Thiago Monteiro.

%d blogueiros gostam disto: