Fratus é liberado de seletiva olímpica de natação devido à covid-19

O nadador Bruno Fratus, brasileiro mais bem colocado no ranking da Federação Internacional de Natação (Fina),  não virá mais ao Brasil para participar da seletiva olímpica nacional, a partir do próximo dia 18, no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira (7), a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) afirmou, por meio de nota, que liberou o atleta devido ao avanço da pandemia do novo coronavírus (covid-19) no país. Atualmente, o brasileiro, medalhista de prata nos últimos dois Mundiais de Esportes Aquáticos, reside nos Estados Unidos, onde o número de casos é decrescente.

Esperança de medalha do Brasil nos Jogos de Tóquio, o brasileiro sua seletiva (tomada de tempo) na competição TYR Pro-Swim Series, que começa amanhã (8), na cidade de Mission Viejo, na Califórnia (Estados Unidos). De acordo com a CBDA, Fratus, de 31 anos, terá apenas uma oportunidade de classificação para a Olimpíada de Tóquio assim como os demais atletas brasileiros.

Seletiva nacional

A CBDA também anunciou que agendou para 12 de junho a a seletiva de atletas que testarem positivo para covid-19 e que aguarda a confirmação da data pela Fina.  Desde o dia 19 de março – data inicial para o salvo-conduto estabelecido pela CBDA – sete nadadores já foram diagnosticados com covid-19.

%d blogueiros gostam disto: