• 19 de junho de 2021 11:50 am

Paraguai x Brasil: Seleção Brasileira retorna ao Defensores del Chaco após cinco anos

ByClayton Lima

jun 8, 2021

Canarinho não derrota o Paraguai em seus domínios desde 1985. Última vitória no estádio foi contra o Uruguai, em 1999

Brasil x Paraguai – Assunção Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

O próximo jogo da Seleção Brasileira será em um dos mais tradicionais palcos do futebol sul-americano. Nesta terça-feira (8), o Brasil enfrenta o Paraguai no Defensores del Chaco, em Assunção, a primeira partida da Canarinho no estádio desde que o técnico Tite assumiu o comando da Seleção.

A última vez que o Brasil jogou no Defensores del Chaco foi em março de 2016, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo Rússia 2018. O Paraguai chegou a abrir 2 a 0 no placar, mas a Seleção buscou o empate com os gols de Ricardo Oliveira e Daniel Alves. O treinador era Dunga.

Esse 2 a 2 faz parte de uma sequência de quatro partidas sem derrotar o Paraguai no Defensores del Chaco. Foram duas derrotas e dois empates nas últimas quatro visitas do Brasil à Albirroja pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. A última vitória brasileira diante do Paraguai no estádio foi em 1985. Na ocasião, o Brasil venceu por 2 a 0, com gols de Casagrande e Zico.

A marca de 36 anos pode até impressionar, mas foram apenas quatro partidas neste período, o que se explica pelo formato antigo das Eliminatórias Sul-Americanas, que era disputada em grupos. Nos torneios classificatórios para os Mundiais de 1990 e 1994, Brasil e Paraguai ficaram em chaves diferentes. Já nos ciclos para as Copas do Mundo de 1998 e de 2014, o Brasil sequer disputou as Eliminatórias.

Ao todo, a Seleção Brasileira fez 17 jogos no Defensores del Chaco, com oito vitórias, cinco empates e quatro derrotas, além de 28 gols marcados e 16 sofridos. A última vitória do Brasil no estádio foi justamente na única vez em que a Seleção enfrentou um adversário diferente no estádio.

Em 1999, Brasil e Uruguai mediram forças pela final da Copa América. Com uma exibição de gala de Rivaldo e Ronaldo, a Seleção Brasileira não tomou conhecimento da Celeste Olímpica e aplicou um categórico 3 a 0, para conquistar o bicampeonato sul-americano.

Retrospecto do Brasil no Defensores del Chaco

Jogos: 17
Vitórias: 8
Empates: 5
Derrotas: 4
Gols marcados: 28
Gols sofridos: 16
Maior vitória: Paraguai 0 x 4 Brasil (Taça Oswaldo Cruz, 1948)
Maior derrota: Paraguai 2 x 0 Brasil (Eliminatórias da Copa, 2008)
Último jogo: Paraguai 2 x 2 Brasil (Eliminatórias da Copa, 2016)

Fonte: CFB

 

Deixe uma resposta