Goiás cai e mantém fase irregular de brasileiros na Sul-Americana

A derrota por 1 a 0 para o Sol de América, do Paraguai, na terça-feira (25), decretou a eliminação do Goiás ainda na primeira fase da Copa Sul-Americana. Com isso, são três equipes brasileiras que já se despediram da atual edição entre as seis que a iniciaram. Antes do Verdão, Atlético-MG (superado pelo Unión Santa Fé, da Argentina) e Fluminense (caiu para o Unión La Calera, do Chile) deixaram a competição. Por enquanto, apenas o Vasco (que passou pelo Oriente Petrolero, da Bolívia) está garantido na segunda fase.

Os goianos receberam o Sol de América com a obrigação de vencer por mais de um gol de diferença, após a derrota por 1 a 0 fora de casa. Mas, aos 26 minutos do primeiro tempo, Novick converteu pênalti cometido por Tadeu em Nildo Viera e decidiu a vitória paraguaia no Estádio Olímpico, em Goiânia. Travado pelas defesas de Centurión na etapa final, o Verdão deixou o gramado vaiado – apenas Léo Sena escapou das críticas dos torcedores, que cobraram dirigentes e o técnico Ney Franco, pressionado no cargo.

A eliminação tripla de brasileiros iguala o ano passado, quando Bahia, Santos e Chapecoense também caíram na primeira fase. Repete ainda, as edições de 2006, 2009, 2011, 2013 e 2014, época em que as equipes do país jogavam entre si nas etapas iniciais e só enfrentavam rivais do exterior a partir das oitavas de final – nessas cinco temporadas, três times do Brasil deram adeus assim que estrearam na fase “internacional” do torneio.

Bahia e Fortaleza têm a missão de impedir uma inédita queda de quatro brasileiros já na primeira fase. Os baianos – que reencontram o Nacional, do Paraguai, nesta quarta-feira (26), às 19h15 (de Brasília), em Villa Elisa, cidade a 16 quilômetros de Assunção – têm cenário mais favorável, já que venceram a ida por 3 a 0, em Salvador. Os cearenses foram superados por 1 a 0 pelo Independiente, da Argentina, fora de casa, e precisarão se reabilitar na quinta-feira (27), às 21h30, na Arena Castelão (de Brasília).

Além de Bahia e Nacional, outros três jogos dão sequência à Sul-Americana na quarta (26). Também às 19h15 (de Brasília), o Liverpool, do Uruguai, recebe o Llaneros, da Venezeula – os uruguaios venceram a ida por 2 a 0, em casa. Já às 21h30 (de Brasília), o Lanús, da Argentina, visita a Universidad de Quito, do Equador, com a vantagem de ter ganhado por 3 a 0 na primeira partida, enquanto o Deportivo Pasto, da Colômbia, mede forças em seu estádio com o Huachipato, do Chile. No embate anterior, melhor para os chilenos (1 a 0).

Confira outros resultados de terça-feira (25) na Sul-Americana:

River Plate (PAR) 1×3 Deportivo Cali (COL) – Deportivo Cali classificado
Sport Huancayo (PER) 0x0 Argentinos Juniors (ARG) – Sport Huancayo classificado
River Plate (URU) 1×0 Atlético Grau (PER) – River Plate classificado

 

%d blogueiros gostam disto: