SP: trens e metrô passam a operar com bilhete digital unitário

O novo bilhete digital com leitura QR Code já está sendo usado para embarque nas estações da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e do metrô de São Paulo, permitindo mais rapidez e comodidade para os usuários. O novo bilhete tem o valor de R$ 4,40, o mesmo do anterior e pode ser comprado e usado diretamente pelo celular, por meio do aplicativo TOP, disponível para Android e IOS.

O bilhete digital foi lançado pelo governo estadual na última sexta-feira (11).

Com o uso do QR Code para pagamento de tarifas, a mobilidade fica mais segura, sem contato físico ou manuseio de dinheiro, porque o pagamento é feito por cartão de débito ou crédito. Pelo aplicativo TOP, o cliente pode adquirir, diariamente, até dez bilhetes, que ficam disponíveis no aplicativo para quando ele precisar. Não há prazo para expirar.

O usuário poderá ainda comprar o bilhete digital nas máquinas de atendimento dentro das estações e em lojas parceiras, em breve. Nesse caso, o bilhete é impresso para ser usado nas catracas.

A recomendação é que, apesar de não ter data de validade, o bilhete seja usado em até 72 horas após a emissão para evitar danos na impressão do código de barras. É indicado ainda que o impresso não seja dobrado, rasgado ou molhado (com água ou álcool gel).

Os bilhetes digitais QR Code poderão ser usados nas catracas sinalizadas e preparadas com a tecnologia, impresso ou digital, diretamente da tela do celular, aproximando o código do leitor indicado. Nesse período de transição, profissionais identificados estarão nas estações para auxiliar os usuários no uso do bilhete digital.

%d blogueiros gostam disto: